24.10.05

Luz Azul - Vilma Orzari Piva

Ainda que o sol empreste tua cor
Para dourar minha pele
E a noite me banhe com a luz leitosa da lua
Nada resplandecerá, senão pela luz azul
A varar pelas meninas de teus olhos castanhos
Pondo-me a brincar no jardim do céu
Sob chuvas de flores de São Miguel.

Num leve toque de vento
Girando-me como um cata-vento
Arrepiando minh´ alma comovida
Em brisas de cirandas
Do meu amor à tua vida,
Num campo de força
Nutrindo cantantes sempre-vivas.

Anuncias meu corpo esvoaçante
Presa no teu manto cintilante
De encantos e ternuras
De malícias e tonturas
De instintos e bravuras
Entre os cílios que desnudam o teu rosto
Instalas toda plenitude do nosso amor
Na mais linda das quimeras
Ao transpor o teu azul
Em regas na minha primavera.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home