23.9.05

O Sapo

Vestiu-se o Sapo de jaqueta
E pegou sua lambreta.

Sol a pino, concreto, asfalto.

Trrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

A britadeira.

O Sapo, da algibeira,
Coloca o protetor auricular.

- Não viu o apito, motorista?
- Não ouviu a placa

PARE

O Sapo, à guisa de dislexia,
Esnoba o fiscal policial.

Tira do bolso o cartão:

SAPOPARASAPO
GUARDAPARAGUARDA
RAIOPARARAIO
PARASAPOPOSSA
PARARAPARARABARBAEBABAR

Seu guarda.

SOPASSARPARASAPAR

APARARABARBAEBABAR

Seu guarda.

BOLAPARACOLA
DOLARROLADOCALO

OKAPA

O Sapo aguarda.
O Sapo aposta...

SAPOEPAPO
SAPOESOPA

Eu?! Que nado!

SAPOAPOSOSINALSALTAR

Sapo é brasileiro...

SAPOAPOS

O fiscal dá partida com o Sapo no camburão.

Inheminheminheminheminhem
Inheminheminheminheminhem

Inheminheminheminheminhem

Inheminheminheminheminhem

TAXITAXITAXITAXITAXITAXI

TAXITAXITAXITAXITAXITAXI

TAXITAXITAXITAXITAXITAXI

TAXITAXITAXITAXITAXITAXI

PUTAQUEPARIU

O Sapo atado se riu...

TAXITAXITAXITAXITAXITAXI

TAXITAXITAXITAXITAXITAXI


TAXITAXITAXITAXITAXITAXI


TAXITAXITAXITAXITAXITAXI


Pois não seu guarda?

EIACADEIA

Cadê?!... Olha, é bandeira 2, vai?



PUTAQUEPARIU


(O Sapo autuado sorriu.)

Lucas Tenório

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home