28.10.05

Lições Elementares da Pedra - V

O ventre-mangue

O ventre é pedra oca
É pedra ainda sangue
Que na pedra de mangue
É loca de maloca.

É ventre de vazio
Que atomizado fica
Na pedra que se estica
Em coito-ventre-cio.

É pedra de estio
Que a sede pavimenta
Na construção sangrenta
Do ovo-ventre-rio.

Do ovo, ventre-pedra
De pedra ventre-feto
Em feto-ventre nada
De comunhão de água.

Se água é pedra-nada
(E disso a pedra nega)
A terra-pedra cega
Faz dela pedra-aguada.

E nessa pedra sangue
Flutua a pedra-gente
Em pó deliquescente
De pedra-pó de mangue.

No ventre-pedra mangue
A pedra se completa:
O ovo-pedra cresta
Na gente-pedra exangue.

A gente-pedra exangue
É recife de pedra
De urbe-sal que medra
Em gente-pedra-sangue.

Em sangue-pedra-quente
O ventre pari ponte
De rente-pedra fonte
Em mangue-pedra-gente.


Lucas Tenório

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home